Pesquisar este blog

Follow by Email

terça-feira, 4 de outubro de 2011

                      Racismo e direitos humanos

A sociedade costuma admitir certas práticas como normais e inofensivas, sem perceber que resultam em preconceito e discriminação.

COMBATE A busca pela igualdade humana, um dilema a ser praticado pelos seres humanos.
Foto: Divulgação


                 A expressão “direitos humanos” é uma forma abreviada de mencionar os direitos fundamentais dos seres humanos, que devem ter assegurados, desde o nascimento, as condições mínimas necessárias para se tornarem úteis à humanidade. A afirmação da igualdade das pessoas não quer dizer identidade física nem intelectual ou psicológica. Cada um de nós tem sua individualidade, personalidade, modo próprio de ver e sentir as coisas. Assim, também, os grupos sociais têm sua cultura própria, que é resultado de condições naturais e sociais.
            O racismo é uma fórmula mais ampla que abrange, além do preconceito, hostilidade, discriminação, segregação, e outras ações negativas manifestadas em relação a um grupo racial/étnico. O Instituto Sindical Interamericano pela Igualdade Racial (INSPIR), em trabalho também publicado, intitulado “Mapa da População Negra no Mercado de Trabalho”, concluiu que os resultados da pesquisa trazem um conjunto de informações que demonstram uma situação de reiterada desigualdade para negros, de ambos os sexos, no mercado de trabalho das seis regiões estudadas, independentemente da maior ou menor presença da raça negra nestas terras. As razões da discriminação nem sempre são perceptíveis à primeira vista, pois trazem oculto um componente cultural muito forte e enraizado. No processo de luta contra o racismo, é de maior importância construirmos uma identidade afro-brasileira. A partir dessa construção, os negros podem exercer, de forma plena, sua cidadania e lutar contra o racismo.
     

Marianne Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário