Pesquisar este blog

Follow by Email

domingo, 25 de setembro de 2011

O que se esperar do Brasil nos anos que seguem?

Tem muita gente por aí desejando um país futuro digno e justo sem corrupção, sem fome e sem miséria, com baixas taxas de juros, que acarrete numa alimentação saudável e um progresso maior e mais veloz nas telecomunicações.

Em se tratando de revoluções, os países do Oriente merecem aplausos. Pois muitos deles usaram as redes sociais para derrubar ditadores. Aqui no Brasil o processo é diferente. Já somos um país democrático, de política pluripartidarista. Não precisamos derrubar ditadores, porque estes já não existem. Mas precisamos lutar por mais educação, mais escolas, mais acesso ao conhecimento.

Mas isso, bom, isso só vem com mobilização. Se tomar como exemplo dos países orientais, as ferramentas são múltiplas. Não se deve confundir revolução com anarquismo, mas como uma forma de lutar por anos mais justos. Não é preciso lutar contra o governo, mas aliado a ele.

Dessa forma, as conquistas são maiores, mais eficazes e mais rápidas. Ler, interagir, participar da história política do país, saber da economia, da vida social, saber quem está ocupando as cadeiras do Congresso, já seria um primeiro passo para ocupar os primeiros lugares na lista dos países desenvolvidos. Porque acredito que só com o conhecimento, podemos reivindicar os nossos direitos.

Postado por Daiane Rocha em 25/09/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário