Pesquisar este blog

Follow by Email

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Cidadã Pernambucana


Fundadora do Movimento Tortura Nunca Mais Pernambuco, a alagoana Maria do Amparo Almeida Araújo é a mais nova cidadã do Estado. O título foi concedido durante uma reunião solene na Assembleia Legislativa de Pernambuco na última terça-feira, 27.

Nascida no município de Palmeira dos índios em Alagoas, Amparo mudou-se para Recife em 1977. Durante a repressão do regime militar, atuou como militante da Política Ação Libertadora Nacional (ALN), morou no Rio De Janeiro e em São Paulo. Foi perseguida e teve que viver na clandestinidade. O irmão, Luiz Almeida Araújo e o marido, o pernambucano Luiz José da Cunha foram mortos pelo regime. Anistiada, estudou serviço social, no Recife e foi aqui no Estado que ajudou a fundar o Movimento Tortura Nunca Mais Pernambuco. A entidade foi criada com o objetivo de lutar contra a prática da tortura, lutar pela anistia dos presos políticos além de apoiar as famílias dos desaparecidos durante o regime militar. Sua atuação na luta pelos direitos humanos chamou a atenção do deputado estadual Betinho Gomes que propôs a entrega do título de cidadã pernambucana a Amparo Araújo.

Desde 2009, Amparo está à frente da Secretaria De Direitos Humanos e Segurança Cidadã da Prefeitura Do Recife.

Por Dianelly Sales

Nenhum comentário:

Postar um comentário